DETEÇÃO DE INTRUSOS
Temos ao dispor dos nossos clientes técnicos qualificados para proceder à instalação e manutenção de sistemas de intrusão.
Entende-se como alarme de intrusão o conjunto de dispositivos de controlo (painéis, teclados), sensores internos (detecção de movimento, abertura, sísmicos, de temperatura, etc.) e externos (periféricos e perimetrais).
Em caso de intrusão o cliente é alertado por mensagem escrita no telemóvel, e-mail entre outros.
Interligados com outros sistemas de segurança como a videovigilância ou ligação a central permitem uma eficaz arma de combate a intrusos.

CCTV
CCTV é a designação utilizada para os sistemas de videovigilância com a utilização de monitores e televisões que distribuem sinais provenientes das câmaras instaladas e que podem ser visualizadas online pelos nossos clientes através de uma plataforma disponível no nosso site
Estes sistemas incluem características como visão nocturna (infravermelhos), operações assistidas por computador e detecção de movimento, que permite ao sistema estar alerta quando exista qualquer objecto ou pessoa em movimento.
A videovigilância permite múltiplas funções, desde a dissuasão da prática de vandalismo, a segurança de instalações e o controlo de pessoas sem a necessidade de estar no local.
Para além de possibilitar a visualização de imagens online o sistema comporta a gravação das imagens 24 horas por dia para visualização posterior ou utilização das imagens como meio de prova (caso de assaltos, actos de vandalismo, etc).

DETEÇÃO DE INCÊNDIO
Os sistemas de detecção de incêndio permitem detectar qualquer incêndio desde a sua fase inicial, permitindo por a salvo pessoas e bens. Temos ao dispor dos nossos clientes técnicos qualificados para proceder à instalação e manutenção de sistemas de incêndio.

GASES PERIGOSOS
Sabemos que o CO é um gás demasiado perigoso e silencioso que mata sem deixar vestígios, assim sendo, instalamos sistemas de detecção de monóxido de carbono.
Estes sistemas são utilizados normalmente em áreas onde os valores de monóxido de carbono podem ultrapassar facilmente as concentrações estabelecidas e recomendadas pelas normas em vigor (parques estacionamentos subterrâneos, túneis rodoviários, etc.) ou onde os níveis de monóxido de carbono têm de ser vigiados e controlados.
Através de sinalização sonora e óptica, a central controla automaticamente os sistemas de exaustão existentes.
Quando os níveis de CO ultrapassam os limites é enviado para os painéis de sinalização acústica e luminosa a informação de ATMOSFERA PERIGOSA, e até terminar esse aviso os utentes desses espaços não devem passar as zonas assinaladas.